sábado, 13 de fevereiro de 2010

A ÁGUAS..., PARA AS TERMAS DO PESO DE MELGAÇO




OH, OH; A ÁGUAS PARA MELGAÇO !!!!!!
Mas que enorme distração a minha - Não que eu fosse a Alvarinho para Melgaço - mas porque troquei aqui as fotografias.
MELGAÇO é terra de águas, mas, também de bons vinhos, - verdes - e de maravilhosos comes e bebes.









A ÁGUAS PARA MELGAÇO

Quem não se lembra daquele Grande artista do teatro e do cinema português António Silva, que, naquele famoso e Grandioso filme - também Português - o Pátio das Cantigas, dos tempos áureos do nosso cinema, que, quando de malas e bagagens, à saída de casa, os vizinhos intrometidos, reunidos naquele pátio lhe dirigem a pergunta sacramental de curiosos indescritíveis:
- Vai de férias Evaristo ? Para onde Evaristo?



Ao que ele responde com voz firme, alto e em bom som - vou a águas para o Cartaxo - e, desanda sem mais querer esclarecer àqueles vizinhos que não lhe tinham grande simpatia e vice-versa.


Pois, vão já mais de trinta anos, que pela primeira vez fui eu também de malas e bagagens com mulher e filhos pequenos, mas, desta feita,
A ÁGUAS PARA MELGAÇO .

Outros anos se seguiram e, outros anos lá passei férias e fiz termas, - naquelas benditas águas, - na pura da verdade, - no PÊSO, - pertencente ao Concelho de Melgaço, que, isto de se sonegar o nome das pequenas terras e, dar-mos a conhecer somente as terras grandes - as vilas e cidades - em detrimento das mais pequenas - freguesias, lugares e aldeias - não é muito correcto.

As antiquíssimas Termas do Peso de Melgaço são aquelas termas, por excelência, as que eu mais vezes frequentei e aquelas que mais saudades agora conseguem em mim fazer recordar, bons e belos momentos.

De lá, partia diariamente á descoberta de todos os arredores - de outras aldeias - e de outros lugares, eles também aprazíveis e que mais para diante se encontram neste blogue descritos, pertencentes à província do Minho.

Passei por lá há uns meses, para recordar e para fotografar e, eis os resultados (refiro-me às termas e, claro, sobre todo o Minho, já descrito anteriormente, nas páginas mais antigas):























A ÁGUAS..., PARA MELGAÇO, não significa que o Alvarinho da região Monção/Melgaço não seja aquele excelente vinho verde que, branco ou tinho, é o acompanhamento indicado para as ocasiões da boa mesa minhota com os maravilhosos rojões à moda do minho, das papas de sarrabulho, do arroz de sarrabulho, do polvo grelhado, do bacalhau grelhado ou assado no forno com batata a murro, enfim, dos mil e um pratos regionais daquela província do minho que, sabe deveras cuidar das suas uvas por forma a dar ao visitante o melhor daquilo que é seu, da sua terra; o vinho Alvarinho.

majosilveiro

FESTA DO ALVARINHO E DO FUMEIRO
MELGAÇO



2 comentários:

Paulo Gonçalves disse...

Excelentes fotos e texto.
Uma zona de Portugal, muito bonita.

majosilveiro disse...

**Paulo Gonçalves**, Muito obrigado pela visita e elogio ao meu blogue de principiante. Abraço